ANA ASSUNÇÃO

PROFESSORA OBOÉ

Entre as artes plásticas e a música sempre prevaleceram correspondências reais ou imaginárias, entre o visível e o invisível. A fim de promover uma experiência, ao mesmo tempo, individual e coletiva, reveladora de afinidades entre as duas artes, será proposto a realização de um trabalho artístico, baseado numa fusão entre tonalidades musicais e pictóricas, explorando a técnica de “aguarela na água” numa misteriosa correspondência com as “Gymnopedies” de Satie.
Cada criança pode trazer a sua máquina fotográfica para registar as imagens aquáticas.

 

EMGS