EMGS / SUGGIA

A Escola de Música Guilhermina Suggia

Situada no centro da cidade do Porto, a EMGS é uma Escola de Ensino Artístico Especializado da Música, fundada em 2002 por Leonardo de Barros, enquanto Presidente da Direção da Fmac.

 

Funciona num edifício da Rua D.Manuel II no Porto, cedido por testamento no ano 2000 pela Engenheira Ilda Moura, à Fundação Musical dos Amigos das Crianças, denominada atualmente por Academia Musical dos Amigos das Crianças , com a intenção de criar na sua cidade natal , uma escola que seguisse os princípios sociais e artísticos dessa instituição. 

 

Em Março de 2002 inaugurou - se este espaço aberto à comunidade e , em Outubro de 2003 chegam os primeiros alunos frequentando os Ateliers de Expressão Musical, Plástica e Dramática. 

 

Em Novembro de 2004 é criada a Escola de Música , à qual se deu o nome de Guilhermina Suggia , homenageando a insigne violoncelista portuguesa e portuense . 

No mesmo ano é atribuída à escola Autorização Provisória de Funcionamento, com o estatuto de Ensino Particular e Cooperativo do Ensino Artístico Especializado da Música, obtendo em 2007 a Autorização Definitiva de Funcionamento. 

 

 A EMGS conta  com o apoio do Ministério da Educação e Ciência, mercê da celebração do Contrato de Patrocínio através da Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares ( DGEstE ), tendo por isso Autonomia Pedagógica. 



A Academia Musical dos Amigos das Crianças | AMAC
 

A AMAC , Academia Musical dos Amigos das Crianças, é uma associação cultural sem fins lucrativos, que tutela duas escolas do ensino da Música :

- Escola de Música Vecchi - Costa (EMVC) sediada em Lisboa 

- Escola de Música Guilhermina Suggia (EMGS) sediada no Porto 

 

A Academia Musical dos Amigos das Crianças é contudo, a nova designação da Fundação Musical dos Amigos das Crianças, criada em 1953 em Lisboa por Adriana de Vecchi, com a preciosa colaboração de personalidades socialmente influentes da época , como Sofia Abecassis, que cedeu a sua casa para o início do projecto, e o violoncelista Fernando Costa , que, com o seu entusiasmo e conhecimento , soube logo no ano seguinte dar início ao que é ainda hoje , a Orquestra Juvenil de Instrumentos de Arco da Amac , donde sairam jovens músicos profissionais para os quadros das várias Orquestras nacionais e internacionais, assim como professores. 

 

A partir de 1973, é Leonardo de Barros , músico profissional formado na antiga Fmac , maestro, que começa a ser a força motriz desta instituição, primeiro como vice-presidente, mais tarde presidente, tendo também dirigido a Orquestra Juvenil durante mais de 30 anos .

 

Em 1985, a Amac foi agraciada pelo governo português com a medalha de Mérito Cultural. 

 

Depois de várias equipas de trabalho constituídas por antigos alunos , como o professor Jorge Moyano , seguem-se as lideranças de Carlos Passos, Teresa Abreu, Alexandre Delgado, sendo atualmente presidente Floriana Oliveira.