PRÉMIO ILDA MOURA

A 6ª edição do Prémio Ilda Moura decorrerá de 10 a 12 de junho de 2022 na cidade do Porto, em homenagem a Ilda Moura, a quem a Escola de Música Guilhermina Suggia deve a sua existência. Para dar continuidade ao seu legado, a EMGS decidiu criar um concurso e um prémio com o seu nome, num sinal de agradecimento e homenagem sentida a uma personalidade que sempre reconheceu a importância da música na formação das crianças e jovens.

Nesta 6ª edição, além dos vários prémios atribuídos a diferentes categorias e escalões, manteremos os dois prémios especiais: o Prémio Ilda Moura, para o melhor candidato solista de entre todos os vencedores do escalão E nos vários instrumentos e o Prémio Daniel Cunha para o melhor intérprete de uma obra portuguesa na categoria Piano, em qualquer escalão aberto a concurso.

Com o Prémio Ilda Moura, a Escola de Música Guilhermina Suggia irá distinguir um dos concorrentes vencedores no escalão E, procurando homenagear o talento e o trabalho do jovem músico e contribuir para o sucesso do seu percurso artístico.

Com o Prémio Daniel Cunha, a EMGS homenageia um seu professor e membro do júri deste concurso, falecido em 2020, que foi um dos mais destacados pianistas da sua geração e um dos mais dedicados à interpretação da música portuguesa. A EMGS contribui, deste modo, para que o nome de Daniel Cunha, já merecidamente associado à música portuguesa, possa continuar a servir de inspiração e estímulo à participação de novos intérpretes da nossa música, para que seja mais tocada, incitando os concorrentes a apresentarem mais repertório nacional.

3ª EDIÇÃO

2ª EDIÇÃO

Coletiva.jpg